Blog

Execução de Pavimento Intertravado

A execução de um piso com pavimento intertravado de concreto é relativamente simples, pois não exige a utilização de equipamentos pesados nem de mão-de-obra especializada. Como a peça de concreto já é entregue pronta para a colocação, também não é necessário curá-la durante a execução do pavimento.

A seguir vamos falar um pouco sobre as etapas da execução de um piso com o pavimento intertravado de concreto.


1) Projeto de pavimentação:

O desenvolvimento de um projeto de pavimentação é de extrema importância para uma execução bem feita. O projeto irá definir a paginação do piso, ou seja, em que sentido ele será assentado. O pavimento pode ser assentado em linha, estilo espinha-de-peixe, trama, etc.

Tipos de assentamento

Padrões de cores nos tipos de assentamento


O tipo de pavimento utilizado e as cores escolhidas também terão grande influência no resultado final do piso.

Tipos de pavimento: raquete, holandês e unistein


O projeto também deve considerar interferências como a drenagem, mobiliário urbano (bancos, lixeiras), a necessidade de rampas de acesso e a existência de esgoto pluvial. É importante adequar o seu projeto às diretrizes da prefeitura da sua cidade em relação à calçadas. Aqui em Santa Maria a prefeitura lançou o Programa Caminhe Legal, que dá as orientações necessárias para a construção da sua calçada. Para saber mais sobre o programa caminhe legal, clique aqui.


2) Nivelamento e compactação do subleito:

Nesta etapa o subleito, que é a camada de fundação do piso, será preparado e nivelado para iniciar a execução. É importante respeitar o caimento necessário para conduzir a água para as redes de esgoto pluvial (normalmente um caimento de 1% é suficiente para esta finalidade).


O subleito deve ser compactado com compactadores de solo (normalmente conhecidos como "sapos") para evitar que o solo ceda ou sofra deformações depois que o piso já estiver colocado. Por fim, é espalhada uma camada de brita graduada simples sobre o subleito (também conhecida como camada de base).

Obs.: os materiais a serem utilizados na fundação do pavimento e a espessura de cada camada também devem ser definidos pelo projeto de pavimentação.


3) Instalações das compactações laterais e compactação da base:

Nesta etapa é necessário instalar as contenções laterais, normalmente executadas com peças pré-fabricadas de concreto chamadas de meio-fio. A altura do meio-fio depende da espessura das camadas de base da pavimentação. A contenção lateral é importante para impedir que o pavimento saia do lugar ou sofra deformações causadas pelo trânsito de veículos, por exemplo.



4) Espalhamento da areia de assentamento:

Na pavimentação intertravada existem duas utilizações para a areia: areia de assentamento e areia de rejuntamento. A areia de assentamento forma uma espécie de "colchão" de apoio para as peças de concreto. Nesta etapa é necessário espalhar a areia de assentamento, nivelando-a na espessura especificada em projeto com guias e réguas.


5) Alinhamento e cortes:

As peças de concreto devem ser assentadas conforme o projeto. Primeiro são colocadas as peças principais, e depois são feitos os ajustes com peças cortadas (no encontro com o meio-fio, por exemplo). Cuidado para não danificar a camada de areia de assentamento nesta etapa.


6) Rejuntamento, revisão e ajustes:

Agora será utilizada a areia de rejuntamento. Com o piso colocado, é possível observar que ficam "espaços" entre as peças, chamados de juntas. A junta permite a acomodação do piso, além de facilitar a drenagem urbana (parte da água da chuva passa pelas juntas e atinge o lençol freático). A areia de rejuntamento deve ser mais fina que a areia de assentamento, pois serve para preencher as juntas entre as peças.

A areia deve ser colocada em cima do pavimento e espalhada com a ajuda de vassouras.


Após a retirada da areia de rejuntamento de cima do pavimento deve ser feita a compactação final. Com o mesmo compactador utilizado no subleito (o "sapo"), as peças devem ser compactadas para dar o acabamento final ao piso. É muito importante que o piso esteja bem limpo antes da compactação, pois durante a compactação grãos de areia de rejuntamento podem "machucar" a peça de concreto, prejudicando o aspecto final do pavimento. A compactação final deve ser bem feita, pois evitará a ocorrência de deformações e recalques futuros.


Publicação consultada e ilustrações: Equipe de obra, 2008 Jul/Ago. Edição nº 18